Vacinação contra a COVID-19 no mundo.

Vacinação covid-19

Para acabar com essa pandemia, uma grande parte do mundo precisa ser imune ao vírus. A maneira mais segura de conseguir isso é com uma vacina. As vacinas são uma tecnologia na qual a humanidade frequentemente confiou no passado para reduzir o número de mortes causadas por doenças infecciosas.

Em menos de 12 meses após o início da pandemia de COVID, várias equipes de pesquisa enfrentaram o desafio e desenvolveram vacinas que protegem do SARS-CoV-2, o vírus que causa o COVID-19.

Agora, o desafio é disponibilizar essas vacinas para pessoas em todo o mundo. Será fundamental que as pessoas em todos os países – não apenas nos países ricos – recebam a proteção necessária.

O gráfico a seguir mostra o número total de doses de vacinação COVID-19 administradas. Observe que isso é contado como uma dose única e pode não ser igual ao número total de pessoas vacinadas, dependendo do regime de dose específico (por exemplo, as pessoas recebem doses múltiplas).

United States12.28 million
China10.00 million
United Kingdom3.68 million
England3.19 million
Israel2.19 million
United Arab Emirates1.67 million
Italy1.00 million
Russia1.00 million
Germany961,682
Spain768,950
Turkey616,652
Canada459,492
Poland410,480
France388,730
Mexico329,983
Scotland228,171
Argentina200,759
Romania183,669
Saudi Arabia178,337
Denmark147,115
Northern Ireland133,831
Wales126,504
Bahrain109,566
Portugal106,000
Hungary105,728
Austria84,380
Sweden79,466
Ireland77,303
Greece75,276
Czechia70,680
Switzerland66,000
Netherlands55,000
Belgium49,847
Slovakia47,704
Finland43,143
Norway42,003
Croatia41,532
Lithuania38,024
Slovenia35,159
Costa Rica24,859
Oman24,204
Chile18,526
Serbia18,136
Bulgaria17,686
Estonia16,677
Latvia13,129
Malta9,496
Singapore6,200
Cyprus6,035
Iceland4,875
Luxembourg3,233
Gibraltar2,501
Kuwait2,500
Guinea25

Dados do dia 15 de Janeiro de 2021

fonte: https://ourworldindata.org/covid-vaccinations

Sobre Lucas Carvalho 13 Artigos
Historiador como formação, pesquisador por paixão, anos dando aulas de História, Inglês e Tecnologia, agora minerando dados pela internet.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta